categoria : internacional
Comente (1)EnviariCalCompartilhar

segunda-feira, 28 de julho de 2014 - 18h

Não estão sós: ato unificado em solidariedade ao povo palestino

Porto Alegre na rua contra o genocídio de Israel e EUA.

Vamos denunciar mais uma campanha nazista de Israel, que assassina centenas de palestinos.

Vamos pressionar pelo fim dos convênios do RS (UFRGS, PUC, UNISINOS, UFSM) com empresas terroristas e Israel.

No mundo todo, são milhares de pessoas saindo às ruas pelo povo palestino.

Vamos fazer nossa parte. Traga sua bandeira, cartaz, velas, tambores e vamos para a rua. Fora Elbit, fora RBS.

CONSTRUÇÃO COLETIVA

AGB
Alicerce
Amigos da Terra Brasil
Assembleia Nacional de Estudantes Livres (ANEL)
Associação Sindical Unidos pra Lutar
Ativismo Pedestre POA
Ativistas Autônomos
Bloco de Luta pelo Transporte 100% Público
Campanha Nacional Contra a Criminalização dos Movimentos Sociais
Centro de Estudantes de Letras (CEL/UFRGS)
Centro de Estudos Ambientais
CHIST (Centro Acadêmico dos Estudantes de História)
Coletivo Tecer Amanhãs
Coletivo Gaúcho do Partido Pirata
CST/ PSOL
DAH da FAPA
DAGE (Diretório Acadêmico da Geografia)
DCE FAPA
Executiva Nacional de Estudantes de Educação Física
FEDDH - Frente Estadual Drogas e Direitos Humanos
Federação Anarquista Gaúcha
Frente Nacional de Luta pelo Transporte Público
Frente Quilombola/ RS
Levanta Favela
Manifesto POA
Marcha Mundial das Mulheres
MEAI - Movimento Estudantil Apartidário e Independente
Movimento Autônomo Utopia e Luta
Mulheres Rebeldes
Refundação Comunista
Resistência Popular
SIMCA - Sindicato dos Municipários de Cachoeirinha
Unidade Vermelha
Vamos à Luta

Após a assembleia popular realizada no dia 15/07, que foi um espaço de reunião entre mais de 25 coletivos organizados da cidade e de dezenas de ativistas autônomos, e a vigília organizada pela FEPAL (Federação Palestina) no dia 16/07 no Largo Glênio Peres, chamamos agora este ato público para o dia 23/07 às 18h na Esquina Democrática, com a finalidade de manifestar o apoio e a solidariedade ao povo palestino, que vem sofrendo um verdadeiro genocídio por parte do Estado de Israel e seus apoiadores.

O Rio Grande do Sul está diretamente relacionado aos ataques cometidos por Israel, ao passo em que uma das principais empresas que finacia o genocídio, uma companhia militar chamada Elbit, mantém parceria comercial com o governo e com as universidades do estado. Parceria esta firmada pelo governador Tarso Genro no dia 29/04/2013 e que coloca UFRGS, PUC, Unisinos e UFSM como apoiadoras de uma das companhias que mais mata civis no mundo atualmente.

Após dias de ataque aéreo, que já haviam matado mais de 200 pessoas e ferido milhares, Israel iniciou no dia 17/07 a invasão da Palestina por terra, esperando-se que, a partir de agora, o genocídio se torne ainda muito maior.

Com isso, consideramos mais do que necessária a pressão do povo gaúcho para manifestar solidariedade ao povo palestino, repudiar os ataques israelenses e, sobretudo, cobrar localmente a responsabilidade que nosso governante e nossas universidades têm para com este massacre.

PELO FIM DO GENOCÍDIO. PALESTINA LIVRE!
TODA SOLIDARIEDADE AO POVO PALESTINO.

Reproduzimos a carta encaminhada pela assembleia do dia 15:

CARTA ABERTA DO POVO DE PORTO ALEGRE EM SOLIDARIEDADE AO POVO PALESTINO

Porto Alegre, 16 de julho de 2014.

Através de assembleia popular realizada no dia 15/07 em Porto Alegre, com a presença de 25 organizações sociais e políticas e dezenas de lutadores sociais autônomos, viemos através desta carta aberta manifestar a nossa solidariedade conjunta frente ao povo palestino e repudiar internacionalmente o genocídio provocado pelo ataque diário de forças israelenses.

Em caráter de solidariedade às atividades propostas pela Comunidade Palestina na cidade, colocamo-nos ao lado da FEPAL (Federação Palestina) na vigília realizada no dia 16/07 e manifestamos a nossa disposição em buscar e construir soluções conjuntas para fornecer mecanismos de luta popular com a finalidade de pressionar autoridades locais e internacionais para que se chegue imediatamente ao fim do ataque sionista e a longo prazo a sonhada conquista da liberdade dos territórios palestinos.

Compreendendo que o estado do Rio Grande do Sul está diretamente relacionado ao genocídio do povo palestino, consideramos de suma importância manifestar o nosso posicionamento público e popular de que não compactuamos com esta afronta aos direitos dos povos.

Denunciamos, a seguir, a cumplicidade entre o governo do estado e algumas universidades gaúchas com a companhia militar israelense Elbit, uma das financiadoras do genocídio do povo palestino.

Como o Rio Grande do Sul está relacionado às mortes na Palestina

No dia 29/04/2013, Tarso Genro, governador do Rio Grande do Sul, assinou protocolo com a Elbit, companhia militar de Israel, para parceria no polo aeroespacial gaúcho. A gravidade das denúncias contra essa companhia já provocou reação de países europeus, incomodados com o desrespeito às resoluções internacionais, além de despertar o repúdio de diversas organizações e entidades nacionais e internacionais.

Universidades gaúchas (UFRGS, UFSM, UNISINOS e PUCRS) apoiam e colaboram com essa empresa e sua subsidiaria em POA, que entrega para o Brasil e América do Sul "soluções de eficiência comprovada nos mais diversos teatros de operações" - como o assassinato de famílias em Gaza, de crianças em suas casas, de civis nas ruas e nos campos de refugiados, e etc.

A relação entre Porto Alegre e a empresa que patrocina mortes ao redor de todo o mundo é tão forte, que há uma sede da Elbit na Avenida Sertório, 4400, no Bairro Jardim Floresta, através de sua subsidiaria AEL Sistemas, fazendo com que o Rio Grande do Sul tenha se tornado um importante pólo de financiamento dos crimes israelenses contra a comunidade palestina.

Estabelecida a relação de diálogo proposta por nossos coletivos atuantes em Porto Alegre e em nível nacional, além da exposição de nossas denúncias locais e nossa manifestação conjunta em solidariedade à atividade apresentada pela FEPAL, convidamos organizações e militantes para estarem se somando às próximas atividades na cidade que manifestarão a solidariedade do povo porto-alegrense frente ao povo palestino.

Your Comments

Informações adicionais e comentários adicionados pelos visitantes do site

Your Comments

Seja o primeiro a comentar

Vídeos Mídia Capoeira

By Anónimo, on 29-07-2014 at 23:26